Le parc photovoltaïque de Bollène.

Diante das altas constantes no preço da eletricidade, como a adoção da bandeira vermelha patamar 2 pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última sexta-feira, o Max Min Clube decidiu passar a gerar sua própria energia, investindo na compra de um sistema fotovoltaico da ENGIE. O sistema de 248,04 kWp atenderá 74% do consumo do clube e representará uma economia de mais de R$ 3,5 milhões nos próximos 25 anos.

“Passamos um ano buscando alternativas para solucionar nosso problema com o alto custo da energia. Depois de analisar várias opções, foi a energia solar que se mostrou a solução mais viável e estamos muito satisfeitos com o acordo que fechamos com a ENGIE”, afirmou Wagner Batista Castro, presidente do Max Min Clube.

ENCONTRO Reunião do Conselho Deliberativo na sede do Max Min Clube

 

Para o presidente da ENGIE Solar, Rodolfo de Sousa Pinto, o Max Min Clube adota uma postura de vanguarda ao investir em um sistema fotovoltaico. “É muito importante destacar que o Max Min é um dos clubes pioneiros em Minas Gerais e no Brasil a buscar na energia solar a solução para o alto custo da eletricidade. Acreditamos que ações como esta ajudarão a popularizar a fonte no país, o que trará ganhos para o meio ambiente e para a economia.”

ESPAÇO Estacionamento será um dos locais onde serão instaladas as placas (fotos: Rubem Ribeiro)

Sustentabilidade                           
Ao longo dos próximos 25 anos, o sistema de energia solar do Max Min Clube evitará a emissão de 4.950.363 quilos de dióxido de carbono, o que equivale a plantar 9.095 árvores.
“É um projeto que está alinhado com outras de nossas ações de preservação do meio ambiente, como o reaproveitamento de 90% da água do clube e a modernização da iluminação, com a troca por lâmpadas de LED. O clube leva muito a sério a sustentabilidade e quando conseguimos aliar com corte de gastos, é melhor ainda”, completou Castro.
Por Rubem Ribeiro 
Sobre o Sistema Fotovoltaico do Max Min Clube
Dimensão: 248,04 kWp
Número de painéis: 936
Área necessária: 1656 m²
Geração anual estimada: 388.181 kWh
Consumo atendido: 74%
 
SERVIÇO
O Max Min Clube e a ENGIE Solar convidam para a cerimônia de assinatura do contrato de aquisição do sistema fotovoltaico de 248,04 kWp que atenderá 74% do consumo de energia do clube. O Max Min será um dos primeiros clubes do Brasil a contar com um sistema de energia solar desse porte.
Quando: Terça-feira (03/10) às 19h
Onde: Sede do Max Min Clube – Av. Governador Magalhães Pinto, 5.778 Bairro Jaraguá, Montes Claros-MG
Quem: Wagner Batista Castro, presidente do Max Min Clube, e representantes da ENGIE Solar

Material está liberado para reprodução. Órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Max Min como a fonte da informação)

Acompanhe os conteúdos do Max Min nas mídias digitais